Mês: novembro 2014

Nerdofobiacast 017 – Serial Killers

Postado em Atualizado em

Nerdofobiacast 017

Nessa edição sanguinolenta e um tanto macabra,  Iêdo JúniorJefferson Lobo e Haniel Lukas se juntam para falar sobre os maiores seriais killers da história, de quebra dão suas opiniões sobre a noção de crime e encerram como bons nerds falando de cultura pop ligada a temática do assassinato!

Leia o resto deste post »

INTERSTELAR: A Fúria de um Sci-fi Contra a Falta de Brilho de Hollywood

Postado em Atualizado em

6a00d8341bfb1653ef01a511ba63de970c-christopher-nolan-s-interstellar-scientific-vision-makes-revolutionary-movie

”Do not go gentle into that good night, old age should burn and rage at close of day. Rage, rage against the dying of the light.” 

“Não vás tão gentilmente nessa boa noite escura, Os velhos deveriam arder e bradar ao fim do dia; Raiva, raiva contra a morte da luz que fulgura.” 

Zagaia, Poema de Dylan Thomas

O que esperar de um cineasta que nos entregou filmes como Amnésia, A Origem e a trilogia recente do Batman. As obras de Nolan desde que ele caiu nas graças do público geram uma grande expectativa, como um grande pugilista ele atrai multidões que estão prontas para ver seus nocautes. E em Interstelar nós vemos uma das suas melhores lutas(direções). O filme nos remete aos grandes clássicos pois da mesma forma que entrega uma obra belíssima arrisca no tema Sci-fi sem ser piegas e destrincha com inteligência temas complexos sem perder o ritmo nas suas quase três horas de duração.

Baseando-se principalmente nas teorias do cientista Kip Thorne (que criou a ideia das ondas gravitacionais, relatividade geral, e lapso temporal) o cineasta, tirando vantagens das ideias mirabolantes, mas perfeitamente palpáveis do mesmo, conduz seu filme, adicionando novos temas ao seu catálogo de características, um deles sendo, principalmente, o drama familiar muito bem construído, e que está extremamente bem posto na história de Interestelar.

Interstellar-desert-header

Levando em conta que Nolan não conduz seu espectador pela mão e deixa que ele tire suas próprias conclusões, temos um filme pra ser assistido varias vezes, e olhado sempre com perspectivas diferentes.

Interstelar com uma tematica fantastica, alcança com plenitude o que se pode chamar de 7 arte. Todos os conceitos abordados de maneira coerente. O protagonista vivido por Matthew Mcconaughey desde as primeiras cenas mostra o espirito aventureiro dentro do cenário distópico que se transformou a terra. E suas escolhas refletem esse espírito, seja na sua relação com a família, seja nas suas decisões no espaço. Aliás, todo elenco merece aplausos, ninguém sai do tom e todos se doam a história fazendo assim que a narrativa envolva a quem assiste de uma maneira que é quase impossível controlar as lágrimas. (Muita gente na sessão chorou de soluçar com as mensagens em vídeo).

Nolan é o maior cineasta da atualidade, queiram ou não queiram, dele se espera muito. E assim como um ótimo pugilista que é, ele poe o público na lona com suas camadas dentro de camadas e continua invicto dentro de uma Hollywood cheia de filmes rasos e sem brilho, Interstellar adentra com fúria, fúria contra a morte da luz.

Ps:  Não vou tecer comentários mais profundos do filme, para não estragar a experiência de quem ainda não assistiu, para quem assistiu deixo um infográfico para se entender o final e a linha de tempo do longa.

Interstellar-ending-spoilers-poster-infographic

Por Jefferson Lobo

Sandman Frases

Postado em Atualizado em

Sandman-650x400


Sandman (Homem de Areia, em inglês) é uma referência mitológica encontrada em várias culturas. Uma referência consagrada é a dinamarquesa, através de um conto de Hans Christian Andersen, chamado Ole Lukoeje (ou Olavo fecha-olhos). Esse personagem, de contos infantis, é uma figura mitológica que sopra areia nos olhos das crianças para que elas durmam (No Brasil, é conhecido como João Pestana).  Criado por Neil Gaiman, em 1988. Sandman é um sucesso editorial de público e crítica!

As Hqs tem tiradas geniais e é por isso que nós vamos fazer um apanhado com algumas delas…

Sandman Death


“É apenas isto: se você vai ser humano, tem um monte de coisas no pacote.
Olhos, um coração, dias e vida. Mas são os momentos que iluminam tudo.
O tempo que você não nota que está passando… é isso que faz o resto valer.”

Death


“Às vezes é um erro subir, mas é sempre um erro nunca tentar. Se você não subir, não vai cair. A verdade é essa, mas será tão ruim assim fracassar, tão duro cair? Às vezes, você desperta … outras, sim, você morre. Mas há uma terceira alternativa. Você voa.”

Sandman


Algumas coisas são grandes demais para serem vistas. Algumas emoções enormes demais para serem sentidas.

Sandman


sands


“Que poder teria o inferno, se os prisioneiros daqui não fossem capazes de sonhar com o céu?”


“Você fica tão vulnerável. Abre o peito e o coração. Qualquer um pode entrar e bagunçar tudo. Voê constrói tantas defesas. Passa anos construíndo uma blindagem completa para que nada possa te machucar, até que uma pessoa idiota, igual a qualquer pessoa idiota, aparece em sua vida idiota… Você dá a essa pessoa um pedaço seu. E ela nem pediu. Certo dia, ela faz uma boagem como te beijar, sorrir pra você, então sua vida já não é mais sua. O amor faz reféns. Entra em você. Corrói você por dentro e te deixa chorando no escuro. De modo que uma frase simples como “melhor continuarmos só amigos” ou “mas que perspicaz” vira um caco de vidro que se enterra no seu coração. Dói. Nao só na imaginação, não só na mente. Dói na alma. No corpo. Rasga você por dentro. Nada deveria ter esse poder. Principalmente o amor. Odeio o amor”.

Rose Walker


sandman nerdofobia

“Vou contar um segredo. Um corvo criou o mundo. Quando Noé o mandou em busca de terra firme, ele não achou nada. Estava tudo inundado. Então, ele a criou. Cagou a terra firme e mijou a água fresca. E saiu voando morrendo de rir. Foi esse o mundo que o pombo encontrou”.

Caim


“Sabe quando alguém faz uma coisa errada e não admite nem pra si mesmo que está fazendo aquilo? Como se chama isso?”.

Morte


sandman_endless_1010


“Eu não acredito. Vou te contar uma coisa, Sonho! E só vou dizer uma vez, é melhor prestar atenção.
Você é o mais idiota, mais egocêntrico. Mais estarrecedor arremedo de personificação antropomórfica neste ou em qualquer outro Plano! Um espécime infantil, adolescente e patético. Cheio de autopiedade porque seu joguinho acabou você não tem culhões pra achar outro!”

Morte


“É o mistério que permanece. Não a explicação”.

 Neil Gaiman


Por Jefferson Lobo

Nerdofobiacast 016 – Vendo, Lendo e Jogando – Parte II

Postado em Atualizado em

Nerdofobiacast 016Depois de um longo hiato, Jefferson Lobo, Iêdo Júnior e Haniel Lucas comentam o que estão curtindo e indicam várias opções de entretenimento nerd e cultura pop.

Leia o resto deste post »