Êxodo: Deuses e Reis – O Vislumbre da Mesmice

Postado em Atualizado em

Exodus-Gods-and-Kings

Ridley Scott é um diretor com uma carreira que dispensa comentários. Só por Gladiador já podia se aposentar com méritos e mais méritos, mas na onda crescente de fazer de seus filmes superproduções grandiosas com fotografias em planos abertos de tirar o folêgo e com muita ação contando fatos históricos, o diretor esqueceu algo básico. Uma história tem de atingir seu público e esse é um dos maiores pecados de Êxodo: Deuses e Reis que traz a pompa de um grande épico mas falha em emocionar enquanto narrativa.

No longa temos mais uma vez contada a saga do povo hebreu tentando chegar a terra prometida( Canaã) por intermédio da ajuda de Deus e do seu mensageiro Moisés (Christian Bale) que em alguns momentos até mesmo empolga com uma atuação decente, mas recai no problema que percorre toda a produção, o fraco roteiro. Quando tenta recontar uma história bíblica que já se sabe quem são os vencedores, quem são os perdedores e já se sabe até mesmo a jornada, deve-se buscar elementos que liguem o personagem principal a jornada do herói e faça com que o espectador se importe com ele. Em Êxodo isso não acontece.

downloadPartindo do ponto de que a história de Moisés é em milhares de aspectos por si só épica, o diretor não conseguiu recriar de forma convincente como ele passou de irmão do Faraó Ramsés (Joel Edgerton) a líder de um povo escravizado por 400 longos anos. Fora os problemas de ritmo do filme com seus 151 minutos. A relação de Moisés com seu destino de guia do povo Hebreu é confusa e mal desenvolvida, passando por um exílio raso, um casamento sem sal e uma visão de Deus pouco expressiva o filme se remonta em clichês.

Falando na representação de Deus do longa, sempre transposta por um garotinho, tem momentos que a película conduz o espectador para uma visão pouco misericordiosa do criador que bate de frente com a perspectiva do Moisés redescobridor de sua fé. Apesar de Moisés ser mais critico em determinados momentos, principalmente na sequencia das pragas do Egito, quando discorda de Deus em suas ações é muito pouco para alguém que devia assumir a liderança de um povo.

Exodus-film-poster_3121946b

Visualmente falando várias cenas do filme são de encher os olhos desde a batalha inicial até o desfecho da perseguição dos hebreus no mar vermelho, passando pelas pragas que mesmo em um show de efeitos especiais deslumbrante, passa a ficar enfadonha quando diminui demais o personagem de Ramsés, colocando ele em alguns momentos como um líder bobo jogado a sorte dos desígnios divinos, passivo, sem nem sequer acompanhar a teia dos acontecimentos.

O elenco conta ainda com as participações de John Turturro, Ben Kingsley, Aaron Paul, Indira Varma e Hiam Abbass. Os dois veteranos mantém a competência de sempre, embora pareçam no piloto automático. Sem contar com Sigourney Weaver totalmente dispensável enquanto personagem.

Enfim Êxodo: Deuses e Reis está longe de ser um grande filme, mas têm virtudes, dentre elas o show visual, a fotografia impecável e a recriação do Egito antigo de forma bastante detalhista. Mesmo com o fraco roteiro que reconta de maneira pouco expressiva a saga do povo hebreu o filme despertou em mim a vontade de reler a bíblia nesse ponto. Por si só já é um grande feito.

hr_Exodus-_Gods_and_Kings_16

Ps: Ao assistir e me decepcionar com a falta de emoção que o longa passa eu não pude deixar de lembrar de uma animação da DreamWorks chamada: O Príncipe do Egito que é para mim  até hoje a melhor história sobre a saga de Moisés já contada. Sempre lembro dos gritos de Ramsés na animação: Eu Não Serei o Elo Fraco!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s